SEJA BEM-VINDO AO NOSSO BLOG



SEJA BEM-VINDO AO NOSSO BLOG
CONHEÇA UM POUCO MAIS A NOSSA ESCOLA, ALUNOS E ATIVIDADES.
POIES HERVY VICENTE E VALDIMIR



quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Oficina de Papietagem: Construção de bonecos Mamulengo


Nas aulas de Arte -Prof.ª Cristiane de Sá- os estudantes dos 5ºs anos da Emef Jardim Fontális estão literalmente colocando as mãos na massa. A proposta de atividade é criar o tradicional Boneco Mamulengo (é um tipo de fantoche típico do nordeste brasileiro, especialmente do estado de Pernambuco) através da técnica de papietagem ( é uma técnica artesanal de dar forma a uma escultura ou preenchimento de molde a partir de papéis recortados ou picados e cola). Os estudantes do projeto Imprensa Jovem, pesquisaram e produziram um texto, explicando um pouco de como surgiu à técnica de papietagem e como ela se diferencia da técnica do papel machê.

Fotos do processo na escola

                                            



Pesquisa: Explicando a Papietagem
                                         
A papietagem é uma técnica artesanal de dar forma a uma escultura ou preenchimento de molde a partir de papéis recortados ou picados e cola.
A técnica de colagem de papel anda de mãos dadas com o papel machê, isso porque são complementares: em alguns trabalhos de papel machê, o acabamento é feito com papietagem. As técnicas mescladas já eram utilizadas na França desde o século XVI para a confecção de bonecos. Mais tarde, a papietagem ganhou apelo comercial na Europa quando aplicada em peças de mobiliário e objetos de arte, inspiradas em peças orientais.
Não confundam papietagem com papel machê, que usa uma massa de papel molhado e liquidificado misturado com cola. A papietagem é uma ramificação do papel machê mas é muito mais simples.
Usa-se qualquer tipo de papel que deve ser rasgado em tiras finas. Sim, rasgados, porque aquelas pequenas fibras que o papel solta ao rasgar facilitam a construção da peça. Depois sobre uma base, que será a estrutura da sua peça, as tiras são coladas uma a uma, sobrepondo-se até se chegar à forma pretendida.
Essa técnica ganhou expressão nas mãos do pintor cubista Georges Braque que a usou pela 1ª vez em 1912 e a chamou de papier collés, ou papéis colados. Popularmente era usada na confecção de máscaras para as festas de fundo profano.

Estudante Renan da Hora 8ºC  Imprensa Jovem Emef Jardim Fontális

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Imprensa Jovem: Cobertura do desfile da Independência do Brasil



Na quinta, 7 de setembro, a equipe do projeto Imprensa Jovem da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Jardim Fontális, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Jaçanã/Tremembé, realizou a cobertura jornalística do desfile do dia da Independência do Brasil.


Aproximadamente 30 mil pessoas lotaram as arquibancadas do Sambódromo do Anhembi para celebrar o tradicional desfile cívico-militar de São Paulo. O evento iniciou por volta das 9h30 com a Bandeira do Brasil feita em flores desfilando pelo espaço. De acordo com fontes oficiais, o desfile teve a participação de 8 mil pessoas. As Forças Armadas levaram para a cerimônia um total de 2,7 mil homens e mulheres, enquanto as forças de segurança pública (Polícias Militar e Civil, Guarda Civil Metropolitana e outros) trouxeram 915 componentes.

O evento foi acompanhado pelo Governador Geraldo Alckmin e pelo Prefeito João Dória.

Uma parte da tradicional Banda Marcial da EMEF Jardim Fontális teve a honra de integrar a grande Banda que desfilou pelo Sambódromo, composta por integrantes oriundos de várias escolas da Rede Municipal. O maestro Vladimir Gonçalves e a monitora Marcela, da EMEF Jardim Fontális, participaram ativamente da organização geral e da composição dos membros

Para as repórteres Ana Beatriz e Isabelly, “foi muito interessante poder ver de perto todo o aparato militar do Estado brasileiro. Ficamos impressionadas com os tanques de guerra e também adoramos conhecer alunos de outras escolas”. Já para o aluno Renan, “o mais importante foi poder representar a escola nos eventos extraclasse”.

Participaram desta experiência os alunos Renan da Hora Costa (cinegrafista 8°C); Isabelly Sousa Nunes (repórter 6°C); Ana Beatriz de Jesus Moreira (repórter 6°C); Tayna Gomes Venâncio da Silva (fotógrafa 8ºD) e Angel Leocádio Almeida da Silva Nogueira (fotógrafa 5ºC)

Os estudantes foram orientados e acompanhados pelo Professor Valdemir Coelho Pinheiro, responsável pelo projeto Imprensa Jovem no período da tarde na EMEF Jardim Fontális.














quarta-feira, 14 de junho de 2017

EQUIPE IMPRENSA JOVEM: COBERTURA JORNALÍSTICA NO CRESAN

Equipe do Projeto Imprensa Jovem da EMEF JARDIM FONTÁLIS realizam a cobertura jornalística da Semana do Meio Ambiente 2017 da DGD-Norte 2.

Na quarta, dia 05 de junho teve início a Semana do Meio Ambiente 2017, em que foram abordadas diferentes questões relacionadas ao meio ambiente em atividades divididas entre os dias 05, 06 e 07 de junho. A equipe do Projeto Imprensa Jovem da EMEF JARDIM FONTÁLIS, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Jaçanã/Tremembé realizou a cobertura jornalística desse evento.

A abertura do evento organizado pela Secretaria do Verde e do Meio Ambiente foi realizada no CRESAN - Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional, localizado na Rua Gastão Madeira, 150 - Vila Maria Alta.

 A Mesa de Discussão: Encontro Intersetorial "Reflexões sobre temas ambientais e atuação no cotidiano" contou com a presença de autoridades, especialistas e estudiosos das demandas ambientais da atualidade, realizando um debate de ideias entre três setores: Universidades, Poder Público Estadual e Municipal e Sociedade Civil sobre como a questão ambiental é tratada sob a ótica de cada âmbito.
Entre os componentes da Mesa de Discussão destacamos a presença do Secretário de Trabalho e Empreendedorismo, o Vereador Eliseu Gabriel ao lado Prefeito Regional de Vila Maria-Vila Guilherme, Dário José Barreto. Dentre os especialistas, destaque para palestra da arquiteta Nina Orlow e da bióloga Adriana Afonso Sandre.
A palestra da arquiteta Nina Orlow (representante do Núcleo ODS-SP) abordou temas relacionados à Agenda 2030 e os Paradigmas e objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Na sequência, a Bióloga e Mestre em Paisagem e Ambiente, Arquitetura e Urbanismo pela USP Adriana Afonso Sandre discorreu sobre a “Aplicação dos conceitos de Ecologia da Paisagem na rede de espaços livres”.

Impressões dos estudantes sobre a cobertura jornalística – Os estudantes do Projeto Imprensa Jovem da EMEF JARDIM FONTÁLIS tiveram a oportunidade de realizar mais uma cobertura jornalística “fora dos muros” de sua escola. De acordo com os estudantes, VITORIA SANTOS OLIVEIRA (repórter 9ºB) e TAYNA GOMES VENANCIO DA SILVA (fotógrafa 8ºD) “A experiência foi muito gratificante e abriu a oportunidade de realizar uma cobertura jornalística fora do âmbito escolar”. Já os alunos RENAN DA HORA COSTA (cinegrafista 8ºC), ADRIELLY MILENA DOS SANTOS (7ºB) e JOYCE CRISTHINE LIMA (7ºB) destacaram a importância de levar a cobertura jornalística até a escola e difundir a temática abordada pela Semana do Meio Ambiente 2017 desenvolvida pela Prefeitura de São Paulo. Os estudantes foram orientados e acompanhados pelo Professor Hervy Vicente da Silva, responsável pelo projeto Imprensa Jovem na Emef Jardim Fontális.








terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

EMEF JD. FONTÁLIS: Apresentação Teatral “Gritaram-me Negra!”

Apresentação Teatral “Gritaram-me Negra!” Organização: Professora Márcia Azevedo.

Victoria Santa Cruz (1922- 2014), foi a poderosa voz que tornou popular o poema “Gritaram-me Negra!”. De sua autoria, o poema de empoderamento da mulher negra inspira a autoestima daquelas que como ela, sentiram o peso do racismo ainda na infância.

Poeta, coreógrafa, desenhista e folclorista, Victoria Santa Cruz levou a intensidade da cultura popular peruana ao mundo, e reconhecida mundialmente, transformou o poema “Gritaram-me Negra!” num mantra de recuperação do amor individual da mulher negra latino e afro-americana.

EMEF JD. FONTÁLIS: Formatura dos 9ºs anos 2016

Vídeo de Retrospectiva dos formandos de 2016 (9ºs anos).
Formatura realiza no Dia 12.12.2016 nas dependências do CEU JAÇANÃ (Rua Francisca Espósito Tonetti,105).
PARABÉNS FORMANDOS 2016.


terça-feira, 4 de outubro de 2016

IMPRENSA JOVEM APRESENTA: ORIGEM DOS JOGOS OLÍMPICOS

Produção Audiovisual: Imprensa Jovem nos Jogos Olímpicos
Eixo: Origem dos Jogos Olímpicos.



A referente produção audiovisual contou com a participação ativa dos educandos do “Projeto Imprensa Jovem em ação”. Os alunos estudaram o tema sobre a “Origem dos Jogos Olímpicos”, abordando seus primórdios na Grécia Antiga com destaque para o Pentatlo Antigo. A produção de pauta foi realizada em conjunto com os educandos. O resultado de todo esse trabalho você confere no vídeo que acompanha a nossa postagem. A EMEF JARDIM FONTÁLIS dentro da sua Filosofia Pedagógica, sempre estimulando o protagonismo de educandos.



GÊNERO AUDIOVISUAL

O termo “audiovisual” é, por origem, uma combinação de dois termos, “áudio” e “visual”, que foram unidos em uma palavra para definir aqueles produtos ou processos nos quais as formas de representação em áudio e em vídeo ocorrem simultaneamente, com o objetivo de produção de sentido. Foi cunhado em meados da década de 30, nos Estados Unidos, data em que começam a se desenvolver as técnicas que incorporavam som às imagens, segundo conta Cebrián Herreros (2007, 51). O cinema adiciona o som à imagem em 1928, e os primeiros protótipos de televisão viriam a surgir ainda em 1935, segundo o mesmo autor. Como técnica ou como meio expressivo, o audiovisual evoluiu com os tempos. Com as tecnologias digitais e conectadas em rede, novos espaços de produção, fruição e consumo surgem para o audiovisual, assim como novos formatos expressivos desse gênero, que trazem o desafio de entender até que ponto essa forma expressiva e técnica se adapta aos novos meios digitais de informação e comunicação.
Fontes:
CEBRIÁN HERREROS, Mariano (2007). Información audiovisual: concepto, técnica, expresión y aplicaciones. Madrid: Síntesis.
LONGHI, Raquel Ritter (2014) O audiovisual como gênero expressivo e sua reconfiguração no jornalismo online

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Semana de conscientização sobre a Gripe H1N1

Entre os dias 16 a 20 de Maio a Emef Jardim Fontális promoveu uma grande ação de conscientização sobre os perigos da Gripe H1N1. No laboratório de informática os alunos assistiram vídeos sobre tema, acessaram sites de notícias sobre o tema e participaram de discussões a respeito do material apresentado. O enfoque principal das aulas foram as maneiras de prevenção e os principais sintomas da gripe. Além do incentivo a vacinação dos grupos considerados prioritários. Finalizamos as atividades com uma proposta de produção de vídeos sobre o tema.  Abaixo você confere um dos vídeos produzidos a respeito da temática abordada.